Publicado em 20/08/2018 às 14h20.

Ex-deputado André Vargas e mais três são condenados por lavagem de dinheiro

O juiz Sérgio Moro afirmou que foram ocultados quase R$ 2,4 milhões de um contrato entre a Caixa Econômica Federal e a empresa IT7 Sistemas

Redação
andre_vargas_agencia_camara_divulgacao_1
Foto: Agência Câmara

 

O ex-deputado federal pelo PT André Vargas, seu irmão Leon Vargas, o empresário Marcelo Simões e a ex-contadora do doleiro Alberto Youssef, Meire Poza, foram condenados por lavagem de dinheiro pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, segundo o G1.

Em sua decisão, o magistrado afirmou que eles ocultaram quase R$ 2,4 milhões de um contrato entre a Caixa Econômica Federal e a empresa IT7 Sistemas, de Pinhais, na Região de Curitiba.

Preso na 11ª fase da Lava Jato, em abril de 2015, o ex-parlamentar foi condenado neste processo a seis anos de prisão em regime inicial fechado. Seu irmão, também preso desde fevereiro deste ano, recebeu a pena de cinco anos de prisão em regime inicial semiaberto.

Marcelo Simões foi condenado a cinco anos e quatro meses, em regime inicial fechado, e Meire a dois anos e três meses de prisão em regime inicial aberto. A pena da contadora, entretanto, foi substituída por prestação de serviços e pagamento de multa.