Publicado em 14/11/2017 às 21h27.

Fachin notifica Seap para aplicar tornozeleira em Gustavo Ferraz

Ex-diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal) foi preso após ter impressões digitais encontradas nos R$51 milhões do "bunker de Geddel"

Fernando Valverde
Foto: Divulgação/ Codesal
Foto: Divulgação/ Codesal

 

Cumprindo prisão domiciliar após ser preso pela Polícia Federal por envolvimento com os R$ 51 milhões encontrados em um apartamento ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), o ex-diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Gustavo Ferraz (PMDB) ainda não recebeu a tornozeleira eletrônica necessária para o  monitoramento eletrônico durante a clausura.

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, enviou notificação nesta terça-feira (14), para que a Seap (Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização) aplique as tornozeleiras em Gustavo e também no ex-assessor do deputado federal Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), Job Brandão.

De acordo com a Seap , responsável pelo fornecimento do equipamento, duas licitações foram abertas para a obtenção de novas tornozeleiras e a mesma aguarda o processo de homologação.