Publicado em 19/05/2017 às 14h20.

Félix Mendonça defende que Cármen Lúcia assuma a presidência

Deputado federal afirmou, sem citar nomes, que empresas envolvidas em corrupção “deveriam deixar de existir”

Rodrigo Daniel Silva
Foto: Lucio Bernardo Jr./ Câmara dos Deputados
Foto: Lucio Bernardo Jr./ Câmara dos Deputados

 

O deputado federal Félix Mendonça (PDT) defendeu, na tarde desta sexta-feira (19), que a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, assuma a presidência da República, até as eleições gerais de 2018.

“Políticos, empresários, promotores envolvidos em o que parece uma areia movediça da corrupção. Hoje penso que o mais sensato para o Brasil seria um governo de transição com a ministra e presidente do STF, Cármen Lúcia Antunes Rocha, para terminar este mandato até as novas eleições”, escreveu o parlamentar, em sua rede social.

Ainda na postagem, Félix afirma, sem citar nomes, que empresas envolvidas nos atos de corrupção “deveriam deixar de existir, ser obrigadas a serem divididas e mudarem de donos, de controle acionário, deveriam até mudar o nome obrigatoriamente para sabermos que com corrupção não se pode prosperar”.  O parlamentar é aliado do governador Rui Costa (PT), na Bahia.