Publicado em 18/10/2018 às 15h04.

Filho de Bolsonaro usou dinheiro da Câmara para viajar para SC e treinar tiro

"Entra lá em casa", diz o parlamentar, no vídeo, ao praticar treino em clube privado

Redação
Foto: Facebook/ Arquivo Pessoal | Eduardo Bolsonaro
Foto: Facebook/ Arquivo Pessoal | Eduardo Bolsonaro

 

Um dos filhos do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), Eduardo Bolsonaro (PSL), usou dinheiro da Câmara para viajar para Santa Catarina, onde treinou tiro em um clube privado, conforme reportagem da Folha de S. Paulo. Ele publicou um vídeo que registra o momento no canal que leva seu nome no Youtube, em agosto de 2016. “Sessão de desestresse ontem no Clube e Escola de Tiro 38”, diz a legenda das imagens.

“Entra lá em casa”, diz o parlamentar, no vídeo. Assista:

A data da publicação coincide com o uso de uma passagem do Rio de Janeiro para Florianópolis. O voo foi comprado com a cota parlamentar, que os deputados têm direito desde que paguem gastos relacionados com a atividade parlamentar.

Eleito por São Paulo, Bolsonaro fez viagens frequentes durante o mandato iniciado em 2015 para o litoral catarinense, onde tem amigos e pratica o tiro esportivo, e também para o Rio Grande do Sul, onde sua atual namorada, a consultora e psicóloga Heloísa Wolf, morava e estudava até julho do ano passado.

Entre outubro de 2015 e outubro de 2016, como é possível constatar nas prestações de contas no sistema de transparência da Câmara,que  o gabinete de Eduardo pediu reembolso para 21 passagens que tinham como origem ou como destino Florianópolis e uma cidade vizinha, Navegantes.

O total da verba gasta com as passagens relativas apenas ao litoral catarinense é de R$ 21 mil. Já as passagens para o Rio Grande do Sul totalizam o uso de R$ 19 mil. As somas são referentes apenas ao período de 12 meses.

A Folha entrou em contato com o gabinete do deputado na manhã de terça-feira (16) para pedir agendas que justificassem as viagens, mas não obteve resposta.