Publicado em 05/01/2018 às 09h34.

Gualberto aposta que ACM Neto será candidato a presidente

Nos bastidores, aliados dizem que prefeito de Salvador já calcula quantos votos são necessários para chegar ao segundo turno

Rodrigo Daniel Silva
Foto: Alexssandro Loyola
Foto: Alexssandro Loyola

 

Presidente do PSDB na Bahia, o deputado federal João Gualberto apostou, na manhã desta sexta-feira (5), que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), vai desistir de disputar o governo da Bahia para concorrer ao Palácio do Planalto na eleição de 2018.

“Acho que Neto vai ser candidato a presidente. O caminho está sendo pavimentado neste sentido. Ele será anunciado, nos próximos dias, presidente nacional do Democratas e se tornará um nome bastante competitivo. Acho que ele está pensando em ser presidente, pelo que estou sentido”, afirmou o tucano, em entrevista ao bahia.ba.

Nos bastidores, interlocutores do Palácio Thomé de Souza comentam que o prefeito já tem feito até contas para ser candidato a presidente. A estimativa do democrata é que, como terá uma diversidade de postulantes, precisaria de cerca de 20% dos votos para ir ao segundo turno. Se o ex-presidente Lula (PT) for impedido de disputar o pleito pela Justiça, a candidatura de ACM Neto teria ainda mais chance de vingar.

Nos últimos meses, Neto tem adotado medidas para tentar se projetar nacionalmente. Além de divulgar eventos da prefeitura em São Paulo, como o Festival do Réveillon e o programa “Salvador 360”, o democrata articula o crescimento do seu partido com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM).

Para alguns aliados, Neto se projeta em nível nacional para viabilizar sua candidatura ao governo. Ao tentar se mostrar como um líder nacional, o prefeito aparece aos eleitores baianos como um nome com potencial para administrar o governo, conforme avaliação de seus pares. Já, para outros, o chefe do Palácio Thomé de Souza quer mesmo é ser presidente da República.

Perguntado pelo bahia.ba se a oposição ficaria sem candidato se o gestor soteropolitano disputasse o Palácio do Planalto, Gualberto, que já se colocou à disposição para disputar o governo, disse que: “se Neto for candidato a presidente, a força dele elege um aqui na Bahia”.

Gualberto evitou comentar a possibilidade de o PSDB apoiar uma eventual candidatura de Neto a presidente. O prefeito ofereceu, nos últimos dias, aos tucanos a vice na chapa do DEM.