Publicado em 13/06/2018 às 12h07.

Hora de decisão: Leão chega da China. E agora a palavra está com Rui Costa

Pelo que se dizia nos bastidores ontem, a senadora Lídice da Mata ainda tem uma chance, embora tênue

Levi Vasconcelos

Frase da vez

“A vida não tá certa nem errada, aguarda apenas nossa decisão”

Alice Ruiz, poetisa brasileira (1942)

Foto: Sandra Travassos/ AL-BA
Foto: Sandra Travassos/ AL-BA

 

João Leão, o vice-governador, chega da China hoje e libera Rui Costa para acabar a novela da segunda vaga para o Senado anunciando a chapa, o que deve acontecer segunda, no finzinho da tarde, quando ele reúne deputados e senadores no Palácio de Ondina para o forró da confraternização, o que seria algo novo, ao som de Asa Branca, de Gonzagão, dizem alguns.

Pelo que se dizia nos bastidores ontem, a senadora Lídice da Mata (PSB) ainda tem uma chance, embora tênue: Jaques Wagner, que é tido como nome certo na chapa, recebe intensas pressões para ser o eventual substituto de Lula, ideia da qual ele foge ostensivamente, em público e no particular. Se aceitar, sobra a esperada vaga.

Lula, o eleitor

Os que pressionam Wagner dizem que as pesquisas apontam Lula como um grande eleitor. O abençoado por ele seria automaticamente candidato a receber, de saída, em torno de 30% dos votos, o que, por tabela, seria a garantia de vaga no segundo turno. A questão é convencer Wagner.

Fora disso, fica tudo como estava, Rui com o trabalho de mitigar o máximo que puder as mágoas de Lídice e seus aliados, que tentam os últimos cartuchos apegando-se numa resolução do PT que obriga os diretórios passar pelo crivo nacional as alianças estaduais.

O que a senadora Gleisi Hoffman (SC), presidente nacional do PT, vislumbra é a aliança nacional com o PSB de Lídice, mas os aliados de Rui afirmam que não é bem assim. A chapa de Rui, com Wagner, mais Angelo Coronel do PSD de Otto Alencar para o Senado e João Leão (PP) de vice prometem estar juntos na questão federal.

Na oposição

Na banda da oposição, a pendenga também é a questão da segunda vaga para o Senado. Segundo o vice-prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), Zé Ronaldo quer Irmão Lázaro (PSC), ACM Neto também quer, mas os tucanos do deputado Jutahy Júnior preferem a vereadora Ireuda Silva (PRB), que além de negra, é melhor. Dizem que Lázaro seria melhor de vice, porque cola o voto com Ronaldo.

Jutahy disse ao bahia.ba que nada contra Irmão Lázaro, de quem é colega na Câmara. Apenas acha melhor uma mulher.

Não é bem assim que a proposta dele é interpretada. Se diz é que ele tem medo de Lázaro ter mais votos do que ele.

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.