Publicado em 10/09/2017 às 09h00.

Janot e advogado de Joesley são vistos juntos em boteco

Na manhã deste sábado (10), o ministro do STF, Edson Fachin, acatou pedido de Janot para prisão de Joesley e Saud

Redação
Foto: O Antagonista
Foto: O Antagonista

 

O procurador-geral da República Rodrigo Janot foi flagrado durante um encontro com o advogado Pierpaolo Bottini, que defende o empresário Joesley Batista, da JBS, neste sábado (9), em um boteco em Brasília. Como no fatídico encontro de Joesley com Temer, este também não estava assinalado na agenda oficial.

Segundo o site “Antagonista”, Janot e Bottini conversaram por cerca de 20 minutos. Os dois estavam em uma mesa ao lado de uma pilha de caixas de cerveja. Ao site, o advogado de Joesley declarou: “Na minha última ida a Brasília, este fim de semana, cruzei casualmente com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, num local público e frequentado da capital. Por uma questão de gentileza, nos cumprimentamos e trocamos algumas palavras, de forma cordial. Não tratamos de qualquer questão outra ou afeita a temas jurídicos. Foi uma demonstração de que as diferenças no campo judicial não devem extrapolar para a ausência de cordialidade no plano das relações pessoais”.

Na manhã deste sábado (10), o ministro do Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin acatou o pedido de prisão temporária dos delatores da J&F Joesley Batista e Ricardo Saud, apresentado na sexta-feira (8) pelo mesmo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.