Publicado em 11/07/2018 às 18h06.

Juíza nega pedidos de entrevistas com Lula na sede da PF

Magistrada afirmou que “não há previsão constitucional ou legal que embase direito do preso à concessão de entrevistas ou similares”

Redação
Foto: Divulgação/ Instituto Lula
Foto: Divulgação/ Instituto Lula

 

Quatro pedidos de sabatinas e entrevistas com o ex-presidente Lula (PT) na Superintendência da Polícia Federal (PF) foram negados pela juíza substituta Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara da Justiça Federal de Curitiba.

Condenado a 12 anos e 1 mês de prisão, o petista está preso em uma sala especial da sede da corporação desde o último dia 7 de abril. De acordo com o G1, entre as solicitações indeferidas pela magistrada está um pedido do fotógrafo oficial do ex-presidente, Ricardo Stuckert.

Em sua decisão, a juíza afirmou que, com base na Lei de Execução Penal, “não há previsão constitucional ou legal que embase direito do preso à concessão de entrevistas ou similares”.

“No caso, o direito do preso de contato com o mundo exterior e sua liberdade de expressão estão sendo devidamente assegurados, mediante correspondência escrita e visitação, nos termos legais”, acrescentou.

Temas: entrevista , juíza , Lula , nega , pedidos , PF , sede