Publicado em 12/01/2018 às 16h40.

Justiça agenda depoimento de Padilha como testemunha de defesa de Geddel

Ministro da Casa Civil irá depor no dia 6 de fevereiro em processo no qual correligionário é acusado de obstrução de Justiça

Redação
Foto: Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
Foto: Rodrigues Pozzebom/ Agência Bra

 

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, irá depor, no dia 6 de fevereiro, como testemunha de defesa em um processo no qual o ex-ministro Geddel Vieira Lima é acusado de obstrução de Justiça, segundo a TV Globo.

Como Padilha não informou quando e onde poderia prestar depoimento, a decisão foi tomada pelo juiz Vallisney de Oliveira. Em casos deste tipo, há um entendimento firmado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de que a Justiça pode agendar o depoimento.

Por meio de nota, a defesa do ministro afirmou que não comenta o caso “fora dos autos, em respeito institucional ao Poder Judiciário”. Geddel é investigado por tentar atrapalhar a delação do operador Lúcio Funaro.

Conforme as investigações, o peemedebista ligou diversas vezes para a mulher do doleiro para sondar o seu ânimo em firmar um acordo de colaboração.