Publicado em 10/04/2017 às 18h45.

Marcell e Marcelle Moraes copiam projeto de deputado de SP

Deputado estadual e vereadora de Salvador apresentam textos idênticos na Assembleia e Câmara de Salvador; iniciativas são plágio de proposta de Feliciano Filho (PSC-SP)

Rodrigo Aguiar / Rodrigo Daniel Silva
Foto: Reprodução/ Instagram
Foto: Reprodução/ Instagram

 

Os irmãos Moraes, Marcell e Marcelle – ambos do PV –, apresentaram projetos de lei idênticos para proibir o confinamento de animais na Bahia e em Salvador. Pior do que isso: os textos, idênticos entre si, são plágio de um projeto protocolado em 2012 pelo deputado Feliciano Filho (PSC) em São Paulo (SP).

A proposta do deputado estadual baiano foi publicada (veja aqui) no Diário Oficial da Assembleia Legislativa da última quinta-feira (6). A matéria de sua irmã (veja aqui), vereadora de Salvador, está na edição desta segunda-feira (10) do Diário Oficial da Câmara Municipal.

Até mesmo a justificativa dos projetos é praticamente copiada, na íntegra, do texto do parlamentar paulista (veja aqui), inclusive com referências a um estudo do neurocientista canadense Philip Low, até com os mesmos erros ortográficos.

“Estudos científicos comprovam que animais mantidos em confinamento intensivo são frustrados e sofredores, por exemplo: as galinhas poedeiras tem (sic) seus bicos cortados, são alojadas em gaiolas de arame, superlotadas, muitas vezes recebem luz artificial durante 18 horas por dia (para não dormirem e comerem mais) em um sistema conhecido como ‘gaiolas em bateria’, onde não conseguem esticar as asas, andar ou realizar outros comportamentos naturais. Porcas prenhes são mantidas em baias individuais de metal, chamadas de ‘celas de gestação’, tão pequenas e estreitas que não permitem sequer que se virem. Os porcos geralmente são confinados até o abate. Os bezerros são retirados do convívio da mãe e são mantidos confinados em jaulas apertadíssimas para evitar que se movam e são alimentados apenas com um produto lácteo liquido (sic) ao sentir sede. Tudo para que a carne fique mais macia. O filhote fica anêmico. Esse sistema de confinamento é para a produção conhecida como a Carne de Vitela”, diz trecho do projeto.

Desde a época em que exercia o mandato de edil soteropolitano, Marcell se vangloria pela quantidade de propostas apresentadas.