Publicado em 17/04/2018 às 08h40.

Neto: ‘Estão depositados no Bolsonaro eleitores que não serão dele’

“A ausência de Lula da eleição terá efeitos negativos para o PT. Lula candidato iria para o segundo turno. É como se ele tivesse um lugar assegurado”, avalia ACM Neto

Redação
Foto: Luís Filipe Veloso/ bahia.ba
Foto: Luís Filipe Veloso/ bahia.ba

 

Presidente nacional do Democratas, o prefeito de Salvador, ACM Neto, disse que apesar de as pesquisas de intenção de voto colocarem o ex-presidente Lula (PT) e o deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ) como favoritos na corrida presidencial, ele não acredita que o eleitorado se dividirá entre duas “candidaturas de extremo”.

“Acho que hoje estão depositados no Bolsonaro eleitores que não serão dele na eleição. Eleitores que, quando enxergarem uma alternativa do centro, mais equilibrada, vão migrar para essa alternativa”, avaliou Neto em entrevista ao jornal Valor Econômico.

No entendimento do democrata, os partidos que se intitulam como de “centro” podem se unir em torno de uma candidatura nos próximos meses, para tentar ampliar as chances de o bloco manter o comando do Palácio do Planalto a partir de 2019.

Sobre a prisão do ex-presidente, Neto acredita que “isso diz respeito à Justiça e não à política”.

“A ausência de Lula da eleição terá efeitos negativos para o PT. Lula candidato iria para o segundo turno. É como se ele tivesse um lugar assegurado. Sem Lula, o PT vem para a vala comum e se encaixa nesse quadro de pulverização”, frisou.