Publicado em 13/08/2017 às 09h30.

PGR encerra negociação de delação premiada com Eduardo Cunha

A publicação afirma que os procuradores reclamam que Cunha é incapaz de reconhecer sua participação em falcatruas

Redação
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Câmara
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Câmara

 

A tão temida e esperada delação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) não deve sair do papel. De acordo com a coluna Expresso, a Procuradoria-Geral da República (PGR) encerrou as negociações.

A publicação afirma que os procuradores reclamam que Cunha é incapaz de reconhecer sua participação em falcatruas na Petrobras. O peemedebista também poupa políticos próximos a ele e não consegue provar as acusações que faz contra o presidente da República, Michel Temer.

Na semana passada o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, classificara a proposta de delação de Cunha como “biscoito de polvilho” porque só fazia barulho.

PUBLICIDADE

Mais notícias