Publicado em 12/01/2018 às 19h00.

Presidente do TRF4 relata a petistas ameaças recebidas

Desembargador citou o caso de uma pessoa do Mato Grosso do Sul que tem ameaçado atacar fisicamente o prédio do tribunal

Redação
Foto: Sylvio Sirangelo?TRF
Foto: Sylvio Sirangelo?TRF

 

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), Carlos Eduardo Thompson Flores, relatou a parlamentares petistas, nesta sexta-feira (12), ameaças recebidas por integrantes da Corte e disse estar preocupado com possíveis conflitos durante o julgamento do ex-presidente Lula, agendado para o dia 24 de janeiro, em Porto Alegre (RS).

Thompson afirmou que alguns juízes chegaram a tirar suas famílias do estado e citou o caso de uma pessoa do Mato Grosso do Sul que tem ameaçado atacar fisicamente o prédio do tribunal.

O desembargador também disse que foi alertado pelo presidente da associação de magistrados sobre ameaças a juízes.

O presidente do TRF4 relatou ao grupo de congressistas do PT que manifestou sua preocupação à presidente do Supremo, ministra Carmen Lúcia, e à procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Segundo a Folha, os petistas entregaram ao desembargador uma carta com críticas a ele próprio e ao juiz Sérgio Moro, que condenou Lula na primeira instância.

Sobre as ameaças, os parlamentares argumentaram que não orientação partidária neste sentido e que os casos devem ser acompanhados individualmente.