Publicado em 20/02/2019 às 17h13.

Quem está apostando em rompimento de Geraldo Jr. e Neto vai errar, diz vereador

Paulo Magalhães Jr. (PV) defendeu aliança entre gestor e presidente da Casa, na sessão desta quarta-feira (20)

Juliana Almirante / Rodrigo Aguiar
Foto: Rodrigo Aguiar/ bahia.ba
Foto: Rodrigo Aguiar/ bahia.ba

 

O vereador Paulo Magalhães Jr. (PV), apontado como futuro líder do governo, saiu em defesa da aliança entre o presidente da Câmara Municipal de Salvador (CMS), Geraldo Jr. (SD), e o prefeito ACM Neto (DEM), diante dos rumores de suposto rompimento.

“Quem está apostando que Geraldo Junior pode não acompanhar o prefeito ACM Neto vai errar”, discursou o vereador, na sessão desta quarta-feira (20).

A bancada governista ainda é comandada por Henrique Carballal (PV). O imbróglio sobre a troca do posto segue, mais de duas semanas após o início dos trabalhos, sem definição do prefeito ACM Neto (DEM) sobre o assunto.

Além disso, o gestor ficou diante da convocação do secretário municipal Alberto Pimentel para prestar esclarecimentos sobre a indicação de um réu por violência contra mulher para a pasta. Geraldo Jr. (SD) fez críticas ao titular da Semtel e a Casa aprovou a ida do titular da Semtel à CMS no dia 13 de março.

A suposta “rixa” com Neto havia sido negada pelo presidente da CMS logo na abertura dos trabalhos da Casa, no último dia 4: “Aos oportunistas e opositores de plantão, eu dou um recado: só resta a vocês chorarem no pé do caboclo”.

PUBLICIDADE