Publicado em 22/04/2018 às 18h30.

Renan critica Janot e o compara a personagem de Machado de Assis

Para senador, com a candidatura ao Conselho Superior do Ministério Público Federal, Janot quer ser "sentinela à porta de Raquel Dodge", atual chefe do Ministério Público

Redação
Foto: Reprodução/TV Senado
Foto: Reprodução/TV Senado

 

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) utilizou suas redes sociais para criticar a decisão do ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de se candidatar a uma vaga no Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF). Para o senador, Janot quer ser “sentinela à porta de Raquel Dodge”, atual chefe do Ministério Público.

“O Ministério Público Federal – que, na constituinte e depois, como presidente do Congresso Nacional, ajudamos a tirar do papel – não pode continuar sendo medido pela régua imunda do Janot e dos doidivanas Eduardo Pelella, Deltan Dallagnol, Anselmo Barros, Marcelo Miller, que foram pegos com a mão na botija da JBS”, ataca o senador.

No vídeo, Renan diz ainda que o comportamento desses procuradores, em especial de Janot, lembra o enredo de O Alienista, obra literária de Machado de Assis, no qual o médico Simão Bacamarte prende os moradores de toda uma cidade achando que eram doidos e, depois, ele próprio se internou ao perceber que quem era doido era ele. “Seria Janot o Bacamarte de hoje?”, provoca.

Veja:

 

Mais notícias