Publicado em 09/01/2019 às 06h30.

Réveillon dos presos da Lava Jato teve show sertanejo e roda de oração

Eduardo Cunha é um dos detentos do presídio onde ocorreu a festa; além de shows, a celebração também teve bolo de goiaba e esfirra

Redação
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

O Conselho da Comunidade, órgão de execução penal que trabalha em 11 presídios da região metropolitana de Curitiba, organizou uma festa de fim de ano no Complexo Médico-Penal (CMP) da capital paranaense, onde estão alguns presos da Operação Lava Jato, como o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras, Aldemir Bendine, e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Netto.

De acordo com de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, a celebração do Ano Novo no CMP teve esfirra de carne da rede de lanchonete Habib’s, bolo de goiaba, refrigerante e show da dupla sertaneja Bruno César e Leandro, que tocou em todas as galerias do presídio.

Na ala reservada aos presos da Lava Jato, as portas das celas foram abertas. Além da comida e da música, os detentos também tiveram um momento de fé, com rodas de oração comandadas por representantes católicos e evangélicos.

PUBLICIDADE