Publicado em 18/04/2017 às 11h24.

Ronaldo cogita disputar 2018 e não descarta deixar grupo de Neto

O prefeito de Feira de Santana negou haver conversas para ser candidato a vice-governador na chapa liderada por Rui Costa (PT)

João Brandão / Evilasio Junior
Foto: Mateus Soares / bahia.ba
Foto: Mateus Soares / bahia.ba

 

O prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM), admitiu, em entrevista ao bahia.ba, nesta terça-feira (18), o desejo de disputar novamente um cargo na chapa majoritária de 2018.

“Jamais vou ser candidato de mim mesmo. Para a pessoa ser candidato majoritário tem que ter respaldo político e da sociedade organizada como um todo para partir para uma disputa. Disputei o Senado em 2010, e acredito que fiz uma boa campanha. Aprendi com aquele processo. Viajei pela Bahia toda. Se eu disser que não [quer disputar], estou mentindo”, reconheceu.

Ele não descartou deixar o grupo liderado pelo gestor de Salvador, ACM Neto (DEM), e ingressar no time do governador Rui Costa (PT), caso “a situação política se desenhar por outro caminho”. As portas para uma possível troca de lado já foram abertas pelo atual secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner (PT).

O democrata negou, no entanto, haver conversas para postular a vice-governadoria na chapa capitaneada pelo petista. “[Risos] Nesse momento há muita conversa. As pessoas falam o que querem. Mas, sincera e honestamente, eu nunca conversei. Nunca houve essa conversa, nem com Rui nem com ninguém. Tenho recebido inúmeras visitas de pessoas de vários municípios. Tenho conversado muito com deputados sobre a política de 2018, mas, seguramente, essa conversa de ser vice de Rui nunca aconteceu”, descartou.

Próximo a Otto Alencar – ambos foram deputados na Assembleia Legislativa na mesma época –, há especulação de ingresso de Ronaldo na legenda presidida pelo senador desde a sua fundação, em 2011.

PUBLICIDADE