Publicado em 11/01/2017 às 13h54.

Sem representante na AL-BA, PSOL pedirá ‘Fora Nilo’ na Lavagem

Comandante do partido na Bahia, Ronaldo Santos, disse que presidente da AL-BA é “coronelista autoritário”

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Apesar de não ter nenhum representante na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), o PSOL resolveu protestar contra a tentativa do presidente da Casa, Marcelo Nilo (PSL), de se reeleger para o sexto mandato consecutivo. O ato acontecerá na Lavagem do Bonfim nesta quinta-feira (12).

O presidente do PSOL na Bahia, Ronaldo Santos, disse que a campanha “Fora Nilo” não vai se limitar ao evento. Como uma das ferramentas de mobilização, o partido irá lançar, nesta quinta-feira (12), um site contra o presidente da AL-BA, no qual ficará disponível uma petição pública para recolher as assinaturas dos cidadãos.

“Vamos defender a bandeira do ‘Fora Nilo’ no cotidiano e nas redes sociais para divulgarmos as negociatas, as trocas de favor e a prostituição pública que ocorre na Assembleia. De cinco mil funcionários apenas 352 são concursados. Um absurdo. Nilo é um coronelista autoritário”, atacou Ronaldo.