Publicado em 30/03/2017 às 09h10.

Sindicato condena Seap: ‘Abandonou completamente o sistema prisional’

A atuação da pasta foi criticada após a morte do agente penitenciário Ciro André Dias Cerqueira, em Irará: "Nos deixa à própria sorte"

Fernanda Lima
Foto: Divulgação MPF
Foto: Divulgação MPF

 

O coordenador-geral do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb), Reivon Pimentel, condenou, em entrevista ao bahia.ba, nesta quinta-feira (30), a atuação da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), ao citar o homicídio do agente penitenciário Ciro André Dias Cerqueira, em Irará, nesta quarta (29).

“A situação dos agentes penitenciários é das piores possível. A Seap abandonou completamente o sistema prisional. Para se ter uma ideia, nós temos aproximadamente 1,8 mil presos no Conjunto Penal de Feira de Santana, onde Ciro trabalhava, que são custodiados pelo trabalho de somente 20 agentes. Nos deixa à própria sorte”, avaliou, em tom de desabafo.

A morte do profissional desencadeou uma convocação por parte do Sinspeb aos servidores de presídios baianos para paralisação das atividades nesta quinta, mas, segundo Pimentel – apesar das críticas –, o ato não é indicativo de uma possível greve.

“Vamos paralisar as atividades em Feira de Santana, visita e tudo mais. Os presídio baianos já foram informados. Temos que reconhecer que o agente é um herói, que tem que salvar a própria vida 24 horas por dia”, declarou.

As circunstâncias do crime ainda são desconhecidas, já que o corpo de Ciro foi encontrado em uma via deserta da cidade. Pimentel, contudo, acredita que a profissão da vítima está relacionada à motivação do assassinato.

“É prematuro dar alguma confirmação. O que posso dizer é que ele era um agente que fazia com que os presos cumprissem as regras e, geralmente, profissionais que agem de forma enérgica sofrem ‘punições'”, afirmou.

A reportagem acionou a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap), mas não obteve retorno.

Temas: Bahia , prisão , Seap