Publicado em 04/08/2017 às 08h20.

Temer diz que muitos pró-denúncia defendem reforma da Previdência

Presidente afirmou que a mudança no sistema previdenciário será “suave, tranquila e paulatina”

Redação
Foto: Lula Marques/PT
Foto: Lula Marques/PT

 

O presidente Michel Temer (PMDB) mostrou otimismo, nesta quinta-feira (3), e sugeriu que a reforma da Previdência será aprovada sem maiores problemas no Congresso Nacional.

“Eu me sinto fortalecido para isso, viu? Eu contei até praticamente 285 votos em uma questão que foi discutida ontem [2] e, para aprovar a emenda da Previdência, são necessários 308 votos. Mas, de qualquer maneira, eu sei que muitos que votaram contra [mim] são a favor da reforma da Previdência”, disse, em entrevista à rádio Band News.

Em seguida, Temer defendeu, mais uma vez, a reforma. “Nós vamos estabelecer uma reforma que é suave, é tranquila, é paulatina. E em 20 anos é que nós vamos vê-la implementada. Se você não fizer uma reforma, ainda que suave, paulatina, vagarosa, como nós estamos fazendo, daqui a alguns anos você só terá dinheiro para pagar funcionário público e Previdência, nada mais”, ressaltou.