Publicado em 18/02/2019 às 09h49.

Téo Senna: ‘Júnior Muniz usou Cátia Rodrigues contra mim’

Vereador ainda acusou ex-presidente do PHS de querer "esfacelar" bancada do partido na Câmara

Matheus Morais
Foto: Luiza Lopes/bahia.ba
Foto: Luiza Lopes/bahia.ba

 

Depois da disputa pela liderança do PHS na Câmara de Vereadores com a colega Cátia Rodrigues, Téo Senna afirmou ao bahia.ba que a tendência natural é sair do partido.

O atual líder da sigla na Casa ainda acusou o ex-presidente do partido Júnior Muniz – que migrou para a base do governador Rui Costa (PT) – de tentar esfacelar o PHS e criar desavenças na bancada da legenda no Legislativo municipal.

“Nós temos uma eleição que não vai ter coligação. Então, temos que analisar qual o partido que vamos, isso com calma. Mas o que me surpreende é todo esse problema agora. Acredito que isso partiu do ex-presidente Júnior Muniz, que agora apoia Rui Costa. Ele quis esfacelar o grupo de vereadores. Cátia Rodrigues foi instrumento da revolta dele. Ele usou Cátia rodrigues contra mim”, ressaltou.

Em contato com o bahia.ba, recentemente, o deputado estadual Júnior Muniz confirmou que partiu dele a manobra para tentar a troca na liderança e acusou Téo de não cumprir um suposto acordo.

Mesmo em migração para o PP, Muniz informou que continua no comando do PHS no estado. Segundo o deputado, o acerto foi para Téo ficar dois anos como líder do partido na CMS e depois haveria uma troca. “Téo sempre foi duvidoso. Nunca foi de cumprir acordo. Ele vai ter dificuldade de arranjar um partido, a não ser que Bruno [Reis] ou [ACM] Neto ajudem”, afirmou Muniz.