Publicado em 15/04/2019 às 11h08.

Thomé de Souza, a volta para Salvador

Vale a pena?

Levi Vasconcelos

E já que o papo é Baía de Todos os Santos, o deputado João Carlos Bacelar (Podemos) diz achar esquisito essa ideia de trazer para Salvador os restos mortais de Thomé de Souza, o português que aqui chegou em 1549 para fundar, a mando do reino de Portugal, a cidade de São Salvador.

Ponderamos com o deputado que o advogado Ademir Ismerim, pai da ideia e tão empolgado com a causa que parece ser a reencarnação de Thomé, foi a Vila Franca de Xira, em Portugal, onde ‘o fundador’ está sepultado (ao lado da mulher), e pelo jeito que o túmulo dele é lá, esquecido num canto, abandonado, com certeza Thomé iria preferir Salvador, onde terá pompas de herói, com direito a monumento na Praça Municipal, a principal do Centro Histórico.

– Me rendo aos argumentos.

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.