Publicado em 14/11/2017 às 10h20.

TRE-BA investiga doações a Alice e Maria del Carmen

As duas ficaram em segundo lugar na eleição de 2016

Alexandre Galvão
Foto: Jonatas Anjos/ Ag. Haack/ bahia.ba
Foto: Jonatas Anjos/ Ag. Haack/ bahia.ba

 

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) abriu investigação para apurar doações recebidas pela campanha de Alice Portugal (PCdoB) e Maria del Carmen (PCdoB) à prefeitura de Salvador em 2016.

De acordo com o despacho da juíza eleitoral da 9ª Zona, Karla Adriana Barnuevo de Azevedo, a defesa das duas candidatas tem até 72h para provar a licitude de valores recebidos. O texto não aponta a quantia nem os doadores sobre suspeição.

Segundo o sistema de contas eleitorais, a campanha recebeu mais de R$ 700 mil em doações. Entre as mais vultosas, estão repasses da direção nacional do PCdoB e do empreiteiro Antonio Andrade Junior, ligado à construtora Andrade Mendonça.

Procurada pelo bahia.ba, a deputada federal Alice Portugal disse não ter sido notificada. Afirmou ainda estar “absolutamente tranquila”. “Tive uma campanha módica, com doadores absolutamente visíveis e legais”, alegou.

Alice e Maria disputaram a eleição e ficaram em segundo lugar, com quase 15% dos votos. O primeiro colocado foi ACM Neto (DEM), reeleito com quase 74% dos votos válidos.