Publicado em 10/08/2017 às 11h42.

Tucanos de SP estimulam dobradinha Doria-ACM Neto, diz coluna

Se não conseguir o apoio, o prefeito de São Paulo pode mudar de partido. O gestor de Salvador já sinalizou portas abertas

Redação
Foto: Reprodução/ Alô Alô Bahia
Foto: Reprodução/ Alô Alô Bahia

 

Aliados do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), querem que ele estimule a ideia de uma chapa presidencial em 2018 na cabeça da coligação e o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), como candidato a vice, de acordo com o blog de Andréia Sadi, do portal G1.

Tucanos paulistas disseram que, com a fórmula, a legenda daria papel de destaque ao Democratas na eleição de 2018. E o nome de Neto, de acordo com os dirigentes, ajudaria o PSDB a conseguir inserção no Nordeste.

Tucanos da ala de Doria defendem que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), seja candidato ao governo do Rio de Janeiro.

Doria, quando consultado por aliados sobre as movimentações, repete Geraldo Alckmin: diz que ainda é cedo para discutir o assunto. Mas sabe que, antes de qualquer costura para fora – como o apoio do DEM – precisa convencer o governador paulista a apoiar sua candidatura.

Se não conseguir, Doria pode ter que mudar de partido. Pelo menos três legendas já disseram ao prefeito que, se ele quiser, as portas estão abertas. Em entrevista ao bahia.ba, na manhã desta quinta-feira (10), Neto admitiu que deixa o DEM disponível para o gestor paulistano.