Publicado em 07/02/2019 às 22h00.

ACM Neto apresenta projetos no Centro Histórico para diretora da Unesco

"Salvador tem uma histórica riquíssima, que precisa ser preservada não apenas para os seus habitantes, mas, principalmente, para o mundo", disse Marlova Noleto

Redação
Foto: Valter Pontos/Secom
Foto: Valter Pontos/Secom

 

Em conversa de quase uma hora com a diretora e representante da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) no Brasil, Marlova Noleto, o prefeito ACM Neto apresentou, nesta quinta-feira (7), as principais obras que o município está realizando no Centro Histórico de Salvador.

“Estamos investindo mais de R$ 300 milhões para recuperar o nosso patrimônio artístico, histórico e cultural e projetar a capital baiana ainda mais em todo o mundo”, afirmou o prefeito.

Durante a audiência, realizada no Palácio Thomé de Souza, ACM Neto falou também sobre os avanços registrados na educação desde 2013. “Os dados oficiais divulgados pelo Ministério da Educação demonstram que Salvador, de fato, priorizou a educação. Superamos a meta prevista para 2021, requalificamos mais de 70% de todas as nossas escolas e lançamos projetos inovadores, como o Subúrbio 360 e as Escolabs”.

“Salvador tem uma histórica riquíssima, que precisa ser preservada não apenas para os seus habitantes, mas, principalmente, para o mundo. Fiquei encantada com os projetos e obras que estão sendo realizados nesta área que conta grande parte da história do Brasil”, avaliou Marlova Noleto.

A diretora da Unesco elogiou também a Casa do Carnaval, a Casa do Rio Vermelho Jorge Amado-Zélia Gattai e os museus dedicados às obras de Pierre Verger e Carybé. “São obras muito importantes porque preservam as tradições e a cultura baianas”.