Publicado em 19/10/2018 às 18h20.

ACM Neto vistoria obras de implantação do primeiro trecho do BRT

O valor para execução da primeira etapa é de R$ 212.781.070,50, oriundos de financiamento junto à Caixa Econômica Federal

Redação
Foto: Max Haack/Secom
Foto: Max Haack/Secom

 

As obras de implantação do primeiro trecho do Bus Rapid Transit (BRT) foram vistoriadas nesta sexta-feira (19) pelo prefeito ACM Neto e pelo vice, Bruno Reis.

Na ocasião, representantes do Consórcio BRT Salvador, vencedor da licitação municipal, fizeram uma apresentação sobre o andamento do cronograma no escritório da obra, localizado na Rótula do Abacaxi.

Em seguida, foi a vez de conferir o status das obras no canteiro central na Avenida ACM, nas imediações do Parque da Cidade. No local, podem ser vistos os primeiros pilares de um dos dois viadutos que vão melhorar a mobilidade na região.

“A construção desses dois grandes viadutos vão resolver definitivamente os problemas de trânsito aqui na região da Avenida ACM. Quem mora ou trabalha em locais como a Pituba, Itaigara, Juracy Magalhães, Brotas e Nordeste de Amaralina sabem que é intenso o fluxo aqui, nesta que é uma das principais artérias de tráfego da cidade. Além disso, com o BRT, será oferecido um transporte de alta capacidade para atender, todos os dias, a população que depende de ônibus em Salvador”, declarou o prefeito.

Intervenções – As intervenções da primeira etapa do BRT estão previstas para serem concluídas em 28 meses e fazem parte do eixo Investe do programa Salvador 360.

As obras são executadas pelo Consórcio BRT Salvador, formado pela Camargo Correa Infraestrutura S.A., Construções e Comércio Camargo Correa S. A. e Geométrica Engenharia de Projetos Ltda.

O valor para execução da primeira etapa é de R$ 212.781.070,50, oriundos de financiamento junto à Caixa Econômica Federal.

A implantação do novo modal vai possibilitar a criação de linhas exclusivas, em corredores de tráfego próprios e segregado das demais vias, que vão reduzir o tempo do soteropolitano no trânsito e melhorar a mobilidade em regiões críticas.

O sistema será integrado ao metrô. Este primeiro trecho terá 2,9km de extensão e vai ligar o Loteamento Cidade Jardim (Parque da Cidade) à região do Shopping da Bahia (Estação de Integração BRT/Metrô). A obra prevê ainda a construção de viadutos e elevados paralelos para implantação das estações.