Publicado em 11/10/2018 às 16h33.

Acusado de matar Mestre Moa é transferido para presídio

Paulo Sérgio Ferreira de Santana atingiu capoeirista com 12 facadas após discussão política

Redação
Reprodução
Reprodução

 

O homem acusado de matar o mestre capoeirista Moa do Katendê foi transferido para o Complexo Penitenciário da Mata Escura na tarde desta quinta-feira (11). Paulo Sérgio Ferreira de Santana irá cumprir prisão preventiva e aguardará o julgamento no presídio.

O acusado, que assassinou Mestre Moa após uma discussão política envolvendo o candidato Jair Bolsonaro (PSL), passará por triagem com psicólogo, médico e verificação de documentação antes de ser encaminhado para a unidade prisional onde ficará no Complexo.