Publicado em 06/01/2016 às 10h10.

Com as chuvas do verão, escorpiões se tornam um risco em Salvador

CCZ alerta a população sobre cuidados para não ser picado

Redação
Escorpiões costumam surgir com as chuvas de verão (Foto reprodução Pixabay)
Escorpiões costumam surgir com as chuvas de verão (Foto reprodução Pixabay)

O Centro de Controle de Zoonoses de Salvador (CCZ) alerta para o aparecimento de escorpiões na capital, nesta época do ano. Em 2015, a cidade registrou 79 casos de pessoas picadas pelo animal. Os bairros com maior incidência foram Canabrava, Boca da Mata e Nordeste de Amaralina. No Alphaville e em Itapuã também foram registradas ocorrências.

Segundo o órgão da Secretaria Municipal de Saúde, com a chegada das chuvas, no Verão, os aracnídeos perdem-se de seus ninhos e invadem ruas e residências.

O órgão alerta a população de que é importante manter camas e roupas afastadas de paredes com umidade para evitar a picada. Também pede atenção na hora de calçar os sapatos pois o animal pode se esconder ali. 

Ao ser atingido pelo escorpião é necessário lavar bem o local infectado com água e sabão, encaminhar a vítima até o centro de saúde mais próximo, o mais rápido possível, e entrar em contato com a equipe de zoonoses para vistoria no local onde aconteceu a ocorrência.