Publicado em 10/01/2019 às 14h16.

Fabrizzio Muller desmente boato de carro com câmeras para fiscalização

Chefe da Transalvador diz que carro com câmeras sobre o teto é de uma empresa que testa tecnologia de fiscalização eletrônica por meio de reconhecimento de caracteres

Redação
Foto: Reprodução/ Instagram/ Arquivo Pessoal
Foto: Reprodução/ Instagram/ Arquivo Pessoal

 

O superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, desmentiu, por meio das redes sociais, o boato de que um veículo estaria circulando pela cidade para fiscalizar o uso de celular, cinto de seguranças e cadeirinha de crianças pelos motoristas.

Ele afirmou que o carro com câmeras que aparece na imagem é de uma empresa que testa a tecnologia de fiscalização eletrônica por meio de reconhecimento de caracteres (OCR). O titular da superintendência não chega a citar qual o nome da empresa e se o serviço tem custo.

Segundo ele, caso o sistema seja homologado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e venha a ser usado pelo órgão, o monitoramento poderá ser usado exclusivamente para fiscalização dos estacionamento Zona Azul na capital baiana.


Visualizar esta foto no Instagram.

Esclarecimento à respeito desta foto!!! O veículo que aparece na imagem pertence a uma empresa start up que está testando uma tecnologia de fiscalização eletrônica por meio de reconhecimento de caracteres (OCR). No momento, não há definição sobre o uso da tecnologia pela Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), já que esse sistema ainda não é homologado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Caso venha a ser adotado pelo órgão municipal de trânsito, essa espécie de monitoramento poderá ser usado exclusivamente para fiscalização dos estacionamento Zona Azul na capital baiana. A informação que fiscaliza celular, cinto de segurança e cadeirinha de crianças é mentirosa. #fakenews #transalvador #transitoseguro #ocr

Uma publicação compartilhada por Fabrizzio Muller (@fabrizziomuller) em

PUBLICIDADE