Publicado em 09/01/2019 às 13h20.

Mais de 350 taxistas foram assaltados na capital em 2018

Dois motoristas foram baleados na última terça-feira (8), no bairro do Nordeste de Amaralina

Milena Teixeira
Foto: Max Haack/ Ag Haack
Foto: Max Haack/ Ag Haack

 

Mais de 350 taxistas foram assaltados em Salvador no ano de 2018. A informação é do presidente da Associação Geral dos Taxistas (AGT), Denis Paim. De acordo com ele, 126 carros foram levados nos roubos.

“Trabalhamos sem nenhum tipo de segurança e, por isso, somos assaltados desse jeito. Para se ter ideia, no ano passado, oito taxistas foram baleados nesses assaltos. Precisamos de ajuda pois estamos correndo perigo”, afirma Paim.

Em 2019, a onda de violência continua. Dois taxistas foram baleados no bairro do Nordeste de Amaralina, na capital baiana, na última terça-feira (8). Segundo Denis, Osmário Rodrigues da Silva, de 67 anos, estava chegando em casa, no táxi, quando foi atingido. Já Marco Antônio Rodrigues da Silva, de 55, lavava o carro em frente à casa dele, quando foi baleado. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas.

Em nota, a Polícia Militar disse que após a situação, os motoristas e outro homem não identificado, que também foi atingido, foram socorridos e levados para o Hospital Geral do Estado (HGE), no bairro de Brotas.

A PM ainda informou que agentes do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da 40ª CIPM realizavam rondas na localidade conhecida como São Pedro Nolasco, quando foram recebidos a tiros, na última terça.

Conforme a Polícia, o homem, que estava com drogas, foi baleado após os policiais revidarem o ataque.

Ainda em nota, a PM informou que a ocorrência foi registrada na Central de Flagrantes e que o policiamento na região foi intensificado com a Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT)/ Rondesp Atlântico.