Publicado em 14/11/2017 às 12h10.

Mulher morta em prédio da Tancredo Neves foi assassinada, diz delegado

Daniela Bispo, 38 anos, era jornalista e o corpo foi encontrado na manhã desta terça-feira (14), em um edifício empresarial

Luiz Felipe Fernandez
Reprodução/ Facebook
Reprodução/ Facebook

 

Uma mulher encontrada morta na escadaria do Edifício Catabas Empresarial, na Avenida Tancredo Neves, na manhã desta terça-feira (14), foi vítima de homicídio, de acordo com capitão Sales, da 35ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM).

“Houve luta corporal, pois havia muito sangue e marcas em várias partes do corpo. Ela tentou lutar. O levantamento cadavérico apontou que há uma marca de objeto perfurocortante na cabeça”, afirmou o oficial, ao Correio.

Ela estava desaparecida desde às 19h desta segunda-feira (13), quando saiu do local onde trabalha, no 1° andar do prédio, para comprar um remédio, e não retornou. A policia foi acionada na manhã desta terça (14) e encontrou o corpo da vítima, com marcas de sangue espalhadas na escada, no 5° andar do edifício.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas Daniela já estava morta. Ela trabalhava no setor de Recursos Humanos da empresa Call Tecnologia.

Segundo o capitão, imagens mostraram o encontro da mulher com uma pessoa no 5° andar. A suspeita é de crime passional, já que familiares indicaram um suspeito. A Polícia Civil investiga o caso.