Publicado em 13/03/2018 às 12h04.

Tragédia em Pituaçu: prefeitura embarga casas e oferece auxílio-moradia

Desabamento de prédio no Alto de São João deixou, até o momento, duas pessoas mortas na manhã desta terça-feira (13)

Luiz Felipe Fernandez
Foto: Enlo Prado/Divulgação
Foto: Enlo Prado/Divulgação

 

A Prefeitura de Salvador informou, por meio de nota, que embargou temporariamente seis residências na região de Pituaçu, para verificar as condições de segurança estrutural, após a tragédia, que deixou, até o momento, duas pessoas mortas na manhã desta terça-feira (13).

No texto, a prefeitura diz, ainda, que presta “toda a assistência” necessária às famílias atingidas e que os moradores que precisarem ser retirados do local serão cadastrados para receberem auxílio-moradia.

Segundo a nota, os órgãos da administração municipal estão na área para auxiliar no resgate e no suporte “psicológico e assistencial” às famílias.

Quatro ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram ao local para prestar atendimento às vítimas. A prefeitura reiterou as palavras do diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macedo, de que o imóvel desabado foi construído de forma irregular.

Mais notícias