Publicado em 09/08/2018 às 10h35. Atualizado em 09/08/2018 às 11h21.

Segurança do Walmart ameaça chamar Transalvador para cliente em compras

Envie mensagens, foto ou vídeo por WhatsApp para o número (71) 99677-5577, com informações do trânsito ou qualquer outra situação que ocorre por onde você passa

Luís Filipe Veloso
Foto: Reprodução/ Google Street View
Foto: Reprodução/ Google Street View

 

Um cliente em compras na loja Walmart de Nazaré, no centro de Salvador, e um segurança “impaciente” com “fregueses” que abusam e costumam deixar os carros no estacionamento do supermercado pela falta de vagas suficientes de Zona Azul na região e para fugirem dos altos preços cobrados pelas vagas privadas no bairro ocupado por inúmeros hospitais.

Este é um cenário corriqueiro para quem frequenta a área, mas um leitor do bahia.ba relatou nesta quinta-feira (9) algo que foi além. O referido vigilante do estabelecimento teria recebido o reclamante com uma ameaça: “Se passar mais de uma hora estacionado vou chamar a Transalvador para multar”.

O homem contou ter entrado na loja para comprar frutas, ficou surpreso com a abordagem e procurou o bahia.ba para saber se a postura do profissional foi correta.

Em resposta à reportagem, a Transalvador considerou a atitude do segurança uma “arbitrariedade” e esclareceu que “age com base no Código de Trânsito e só adentra área privada para fiscalizar vagas exclusivas de estacionamento [como vagas para deficientes, idosos e gestantes]”.

Ao bahia.ba, a assessoria do Walmart informou que entrará em contato com a loja para esclarecer o ocorrido, saber se algum cliente registrou queixa sobre o assunto nesta quinta.

Cobrança – Para tentar evitar o abuso no uso das vagas por clientes que não consomem nos estabelecimentos, os supermercados de Salvador tentaram pegar o vácuo na lei que autorizou a cobrança do serviço pelos shoppings, mas não deu certo.

Alguns, a exemplo do Walmart de Nazaré, informam na entrada que o uso do espaço é exclusivo para clientes em compras, exigem apresentação de cupom fiscal comprovando a aquisição de algum item na loja para que o veículo seja liberado, mas falta respaldo legal para impedir a saída do carro ou moto, caso a regra interna não seja cumprida.

WhatsApp – Você pode colaborar com o bahia.ba e enviar mensagens, foto ou vídeo por WhatsApp para o número (71) 99677-5577, com informações do trânsito ou qualquer outra situação que ocorre no seu bairro, na sua cidade, nas estradas ou por onde você passa.