Publicado em 17/06/2018 às 09h30.

Rui e Neto lamentam morte de Orlando Tapajós

O construtor de trios elétricos estava internado no Hospital Teresa de Lisieux, em Salvador, e havia dado entrada na UTI da unidade, na segunda-feira (11), após sofrer um infarto

Redação
Divulgação
Divulgação

 

O prefeito ACM Neto lamentou na manhã deste domingo (17) a morte de Orlando Campos de Souza, conhecido como Orlando Tapajós. O construtor de trios elétricos estava internado no Hospital Teresa de Lisieux, no bairro do Itaigara, em Salvador, e havia dado entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da unidade, na segunda-feira (11), após sofrer um infarto.

“O Carnaval da Bahia e as festas populares de todo o Brasil ganharam uma nova dimensão com os trios elétricos e Orlando Tapajós foi um dos grandes responsáveis por esta transformação “, afirmou o prefeito.

ACM Neto ainda comentou a importância de Tapajós na construção da Casa do Carnaval, espaço dedicado aos artistas e foliões que transformaram a folia da capital baiana na maior festa popular do mundo.

“Lá (Casa do Carnaval) os visitantes podem ver cada detalhe de nossa festa e perceber a importância de Orlando Tapajós para o desenvolvimento de nossa festa. Nós resgatamos todo o trabalho que artistas como Orlando Tapajós fizeram para levar o Carnaval da Bahia para todo o mundo”, afirmou.

“Que Deus dê conforto aos músicos, artistas, amigos e, principalmente, aos familiares de Orlando Tapajós”, concluiu ACM Neto.

Rui Costa

“É com imenso pesar que recebo a notícia do falecimento de Orlando Tapajós, uma das personalidades baianas que mudaram a forma de se fazer Carnaval na Bahia e no Brasil. Quero me solidarizar, em meu nome, da primeira-dama e de todos os baianos, com os familiares e amigos de Orlando Tapajós, nesse momento de dor e sofrimento. Expresso meus sentimentos de luto e pesar pela perda de uma figura tão importante para a história do Carnaval baiano”, disse Rui Costa, governador da Bahia.