Publicado em 08/10/2018 às 08h45.

Investigados na Águia de Haia não se reelegem na Alba

Ângela Souza e Carlos Ubaldino fazem parte do PSD, partido presidido na Bahia pelo senador Otto Alencar

Matheus Morais
Foto: Montagem/ bahia.ba
Foto: Montagem/ bahia.ba

 

Os deputados estaduais Ângela Souza (PSD) e Carlos Ubaldino (PSD), alvos da Operação Águia de Haia, que investiga desvios de recursos federais destinados à educação em cidades baianas, não conseguiram se reeleger para o Legislativo baiano.

Souza teve menos de 39 mil votos e Ubaldino não conseguiu passar a quantidade de votos do petista Osni, último candidato eleito da coligação.

Os dois fazem parte do PSD, partido presidido na Bahia pelo senador Otto Alencar (PT).

PUBLICIDADE

Mais notícias