Publicado em 29/10/2018 às 06h50.

PM à paisana é preso após atirar contra apoiador de Bolsonaro em comemoração no Farol; veja

Testemunhas relataram que o policial teria discutido com um ambulante, sacado a arma e disparado contra o vendedor e atingindo quem estava por perto, conforme nota da SSP

Luís Filipe Veloso
Foto: Leitor bahia.ba/ Facebook
Foto: Leitor bahia.ba/ Facebook

 

Um policial militar que estava fora de serviço foi preso na noite deste domingo (28) depois de atirar contra quatro apoiadores do presidente da República eleito Jair Bolsonaro (PSL) durante a festa em comemoração à vitória do político no bairro da Barra, em Salvador.

Um vídeo enviado por um leitor ao bahia.ba e que circula nas redes sociais mostra o momento em que a PM tenta controlar a confusão provocada pela agressão e leva o soldado Manoel Landulfo Sampaio para a Central de Flagrantes.

As imagens mostram que o fato ocorreu nas imediações do Farol da Barra, mas uma nota da Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) afirma que o crime foi registrado na Rua do Gavazza.

O texto da SSP também diz que testemunhas relataram que o PM à paisana teria discutido com um ambulante, sacado a arma e disparado contra o vendedor e atingindo quem estava por perto.

As vítimas teriam sido encaminhadas para os hospitais Português e Geral do Estado (HGE), mas não há detalhes sobre o quadro clínico.

Assista:

Mais cedo, uma jovem ficou ferida após ser agredida por policiais militares em uma confusão no bairro do Rio Vermelho.

PUBLICIDADE

Mais notícias