Publicado em 19/06/2018 às 11h33.

Rui ironiza ausência do PCdoB: ‘Nem todo mundo gosta de forró’

Diferente do que disse Jaques Wagner ao bahia.ba, o petista garantiu que fará o anúncio da chapa à reeleição antes do São João e voltou a pedir paciência aos políticos da base

Luís Filipe Veloso
Foto: Matheus Morais/ bahia.ba
Foto: Matheus Morais/ bahia.ba

 

O governador Rui Costa (PT) descartou qualquer saia justa com o PCdoB na manhã desta terça-feira (19), durante a coletiva de inauguração da Via Metropolitana, em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador.

Ao bahia.ba, o petista disse que não há qualquer problema causado por uma possível decisão sobre os nomes que vão compor a chapa à reeleição.

Rui comentou que foi acompanhado na manhã de segunda (18) por Davidson Magalhães, presidente estadual do PCdoB, em Itabuna, no Sul, e a tarde esteve com a deputada federal Alice Portugal em outro evento no Parque de Exposições: “Ela estava bastante alegre com os prefeitos […] todo mundo muito alegre e sorridente. Não vi problema algum”.

Sobre a ausência da cúpula comunista em sua festa, ironizou: “Nem todo mundo gosta de forró, o que eu posso fazer? […] a música que eu gosto mais de dançar é o forró”.

Anúncio – Sobre a divulgação da chapa majoritária que concorrerá às eleições de outubro, o petista voltou a pedir paciência aos políticos da base, mas, diferente do que afirmou mais cedo ao bahia.ba o ex-governador Jaques Wagner, garantiu que a escalação será anunciada antes do São João.

“Minha mãe cozinhava bolo. Quando era bolo de chocolate, então, os filhos ficavam ansiosos para tirar o bolo [do forno]. E ela dizia ‘não abra a porta toda hora senão vai solar o bolo’ […] Então eu peço aos candidatos que não fiquem abrindo a porta toda hora senão vai solar o bolo”, concluiu arrancando risos de quem acompanhava a coletiva.

PUBLICIDADE

Mais notícias