Publicado em 24/10/2020 às 20h25. Atualizado em 24/10/2020 às 22h21.

Bruno Reis: Salvador saiu de capital do desemprego para ser a capital que mais gera emprego

'Quem está no dia a dia, sabe quanto é difícil construir e fácil destruir', disse, nas considerações finais

Adriano Villela
Foto: assessoria de Bruno Reis
Foto: assessoria de Bruno Reis

 

Sem se referir diretamente às críticas à sua candidatura ou à gestão atual, da qual participa como vice de ACM Neto, o candidato a prefeito Bruno Reis (DEM) usou as considerações finais no debate promovido pela TVE Bahia, na noite deste sábado (24), para responder aos oponentes. “Quem está no dia a dia sabe o quanto é difícil construir e fácil destruir”.

O democrata destacou as finanças do Município, e criticou as gestões anteriores à administração de ACM Neto (DEM). “Temos muito orgulho em Salvador ser a primeira capital em finanças. Em 2012, era a última”. Segundo Reis, quando ACM Neto assumiu a cidade (em 2013), Salvador estava “um caos”.

Ao longo no debate, Bruno Reis falou sobre seus programas e projetos para a geração de emprego e para a população mais carente da capital baiana; lembrou as “conquistas alcançadas nos últimos anos” e reafirmou o “compromisso de seguir investindo nos serviços públicos essenciais”, como educação e saúde, além de incentivar a área de inovação e tecnologia.

“Salvador saiu de capital nacional do desemprego para ser a capital que mais gera emprego. Investimos recursos públicos que geram empregos. Só a prefeitura, em suas obras, com investimento de R$ 1 bilhão, gera mais de 15 mil empregos”, disse Bruno. O plano de governo do candidato do DEM prevê, por exemplo, execução do projeto Mané Dendê, no Subúrbio Ferroviário.

O candidato do DEM lembrou que “a prefeitura deu um conjunto de estímulos e incentivos para turbinar a economia neste momento de retomada.” Hoje, segundo Bruno Reis, a iniciativa privada investe R$ 6 bilhões, com mais de 30 empreendimentos em andamento na cidade, entre residenciais e comerciais.

Na educação, o candidato lembrou que a gestão de ACM Neto “encontrou a rede municipal com diversos problemas”. Ao longo dos últimos anos, 244 escolas foram construídas ou reformadas, e Salvador foi uma das capitais que mais evoluíram no IDEB, destacou Bruno. “Vamos seguir investindo para que possamos continuar avançando. Hoje, nós praticamente universalizamos as vagas para crianças de 4 e 5 anos. Na creche, saímos de 17 mil vagas para mais de 50 mil, e vamos seguir aumentando as vagas”, afirmou o candidato do Democratas.

“Vamos seguir trabalhando, melhorando, resolvendo os problemas. O novo Centro de Convenções é o símbolo da nova Salvador, também o Loteamento Mar Azul (cujas obras estavam paradas há 12 anos e foram retomadas este ano), a requalificação do Canal do Paraguari. Vamos seguir investindo em saúde, educação, moradia, resolvendo o problema do transporte”, disse Bruno Reis.