Publicado em 31/10/2020 às 13h30.

Coligações enviam documento coletivo a emissoras de TV pedindo realização de debates

No ofício entregue à TV Bahia, à TV Aratu e à Record TV Itapoan, as coligações pedem que as empresas recuem da decisão de não realizar novos encontros

Redação
Foto: Band Bahia
Foto: Band Bahia

 

Cinco das nove coligações que disputam a Prefeitura de Salvador nas eleições de 2020 enviaram às emissoras de TV locais um documento coletivo pedindo a realização de mais debates entre os candidatos.

No ofício entregue à TV Bahia, à TV Aratu e à Record TV Itapoan, as coligações pedem que as empresas recuem da decisão de não realizar novos encontros. A TVE e Band foram as únicas emissoras a realizarem os debates.

“É fato que o mundo vive uma pandemia sem precedentes. Contudo, deve-se ponderar que os debates são indispensáveis para a divulgação acerca dos planos de governo para os eleitores e cumprem um valioso papel para a democracia”, argumenta o texto protocolado na noite de sexta-feira (30).

O movimento iniciado e idealizado pela candidata da ‘Coligação que Cuida de Gente’, Major Denice, teve a adesão dos candidatos Olívia Santana (‘Experiência, Amor e Raça’), Celsinho Cotrim (‘Coragem para lutar por Salvador), Hilton Coelho (‘Frente Capital da Resistência’) e João Carlos Bacelar (‘Salvador dos bairros é Salvador de Todos).

Os candidatos Bruno Reis, da coligação ‘Salvador não pode parar’, e Cézar Leite (PRTB), não deram retorno se adeririam ou não à proposta, e Rodrigo Pereira (PCO), e Pastor Sargento Isidório, da coligação ‘Vamos Cuidar de Gente’, não aceitaram assinar o documento.

Mais notícias