Publicado em 10/02/2020 às 17h12.

Éden: profissão de major Denice ‘a impede de ter uma carreira partidária’

O presidente estadual do PT, contudo, não a considera um nome "de fora do partido", porque ela é "petista de coração"

Breno Cunha / Rayllanna Lima
Foto: Breno Cunha/bahia.ba
Foto: Breno Cunha/bahia.ba

 

Presidente do PT na Bahia, Éden Valadares afirmou nesta segunda-feira (10) que é a definição do candidato oficial do partido para disputar a Prefeitura de Salvador este ano partirá do diretório municipal, que deve fazer seu anúncio até o mês de março.

Durante sessão na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), que marca os 40 anos do Partido dos Trabalhadores, ele comentou sobre a importância de defender a opinião do governador Rui Costa (PT) e o senador Jaques Wagner (PT), que escolheram a major Denice Santiago, da Ronda Maria da Penha, como favorita para a disputa. Contudo, relatou que o partido “não tem dono”.

“Eles decidiram adotar uma postura mais ativa. Penso que podemos caminhar para um maior consenso no PT. Espero que a gente caminhe para um consenso. Major Denice tem uma carreira na polícia que a impede de ter uma carreira partidária. Começamos já o diálogo com os advogados para entender como pode”, revelou.

Apesar de pontuar um possível impasse na candidatura da policial, Éden rebateu a declaração do prefeito ACM Neto (DEM), que apontou um empobrecimento no PT ao buscar um nome de fora do partido. “Discordo do prefeito, não acho que a gente foi buscar fora, porque major Denice é petista de coração”, disse ao bahia.ba.

PUBLICIDADE