Publicado em 24/10/2020 às 20h59.

Hilton provoca Bacelar com caso Pierre Bourdieu; TVE nega direito de resposta

Em 2018, Bacelar foi alvo de ação de improbidade apresentada pelo MP, sob acusação de desviar recursos em convênios entre a Secretaria de Educação e a ONG

Matheus Morais
Foto: Luiza Lopes/bahia.ba
Foto: Luiza Lopes/bahia.ba

 

Durante suas considerações finais no debate promovido pela TVE entre os candidatos a prefeito de Salvador, na noite deste sábado (24), o candidato do PSOL, Hilton Coelho, provocou o postulante do Podemos, Bacelar, ao lembrar o caso da Fundação Pierre Bourdieu. O deputado federal pediu direito de resposta, mas a TVE não concedeu.

Em 2018, Bacelar virou alvo de uma ação de improbidade administrativa apresentada pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), sob acusação de desviar recursos públicos da capital baiana em convênios firmados entre a Secretaria de Educação (Smed) e a ONG Pierre Bordieu. À época, o deputado federal era secretário de Educação de Salvador.

O MP pediu a perda da função pública dos acusados, suspensão dos direitos políticos, multa e ressarcimentos dos valores desviados. Segundo o MP-BA, entre 2011 e 2012, a Smed firmou quatro convênios com a ONG Pierre Bourdieu.