Publicado em 18/03/2020 às 14h15.

Pré-candidato do PSB em Teixeira de Freitas costura aliança com PT e PSD

Atual prefeito da cidade, Timóteo Brito (PP) apoiou Bolsonaro em 2018

Breno Cunha
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

O professor Jonathan Molar, vereador do município de Teixeira de Freitas, pode unir em torno da sua pré-candidatura a prefeito da cidade, pelo PSB, o apoio de partidos importantes como o PSD, do senador Otto Alencar, e o PT.

O bahia.ba apurou que as conversas com esses dois partidos estão avançadas.

No PSD, o deputado federal Paulo Magalhães é a principal ponte entre Jonathan e o presidente estadual da legenda, o senador Otto Alencar. Já no PT, o deputado Valmir Assunção é entusiasta da aliança, que conta também com a simpatia do senador Jaques Wagner.

Jonathan deve ser o principal nome da esquerda no município para enfrentar o atual prefeito Timóteo Brito (PP), que não tem o apoio do governador Rui Costa (PT) por ter feito campanha para Jair Bolsonaro em 2018, motivo pelo qual foi expulso do PSD no ano passado.

O ex-prefeito da cidade, João Bosco (PT), é um nome forte na região, mas pode encontrar dificuldades para registrar a candidatura, já que teve três contas reprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios e pela Câmara de Vereadores da cidade.

“O que a gente observa em Teixeira de Freitas é que é uma cidade em crescimento, mas cresce de forma desorganizada. O que estamos propondo é fazer uma gestão profissional na cidade, buscar uma equipe capacitada para isso”, disse Jonathan.

Mais notícias