Publicado em 01/07/2022 às 15h24.

Ciro Gomes: ‘Meu compromisso formal é gerar 5 milhões de empregos em dois anos’

‘Essa é a diferença que eu posso oferecer ao povo brasileiro’, disse o pré-candidato

Adriano Villela / Jamile Amine
Foto: Reprodução / Instagram
Foto: Reprodução / Instagram

 

Em visita a Salvador na pré-campanha à Presidência, nesta segunda-feira (1º), Ciro Gomes (PDT) apresentou algumas de suas propostas para alavancar a economia brasileira, caso seja eleito. Dentre as principais estratégias, o ex-governador do Ceará apontou a retomada de 14 mil obras paradas e a tributação de grandes fortunas, que, segundo ele, apenas com o fim da renúncia de PIS/COFINS renderia R$ 70 bilhões ao ano.

“No Brasil, meu compromisso formal é gerar 5 milhões de empregos em dois anos”, prometeu o presidenciável. “Isso está estudado, metrificado, quantificado, porque eu gosto de dizer como é que faz, de onde é que vem o dinheiro. Essa é a diferença que eu posso oferecer ao povo brasileiro”, o pré-candidato, que já ocupou a cadeira de ministro da Fazenda, na administração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Apontando 14 mil obras públicas paradas atualmente no país, segundo ele, “algumas desde o governo Lula”, Ciro propõe a retomada destas construções como um dos caminhos para movimentar a economia. “[As obras] já foram licenciadas, o que é um itinerário penoso – eu vou simplificar isso -, já foram licitadas, outro itinerário absolutamente penoso – também vou simplificar isso e alí com uma força tarefa que resolva algumas pendências no Tribunal de Contas, etc, você pode deflagrar imediatamente uma subida de moro nas encostas de Salvador, com contenção, com titulação da terra. Isso aqui é uma coisa que está bem quantificada, eu já fiz muito como prefeito, como governador”, explicou, citando como exemplo iniciativas na capital baiana.

“Você faz um financiamento em dez anos, depois de titular a terra, a casinha da favela, e contrata as pessoas da própria comunidade. Qual é a característica daquela mão de obra? Ela não exige nesse primeiro momento maior qualificação. Ela não importa do estrangeiro insumos, então, esses R$ 5 milhões vão por esse caminho ai”, acrescentou o pré-candidato do PDT.

Outra estratégia apontada por Ciro Gomes nesta área é a tributação dos mais ricos. Citando a renúncia fiscal de PIS/COFINS de itens como queijo suíço, salmão e filé mignon, ele estimou que os cofres públicos arrecadariam R$ 8 bilhões por ano se a União recolhesse essas contribuições. “Com R$ 8 bilhões eu boto 1,1 milhão de crianças na creche em tempo integral, ajudando a mãe e o pai, que precisam tomar conta, a ir pra batalha da vida”, afirmou. “Só pra se ter uma ideia da vinculação que eu estou falando, o tributo de 0,5% a 1,5% progressivo sobre os patrimônios das grandes fortunas superiores a R$ 20 milhões, eu alcanço 58 mil contribuintes e arrecado R$ 70 bilhões”, calculou.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.