Publicado em 21/12/2021 às 16h41.

Decepcionado, Olavo de Carvalho diz que chance de reeleição de Bolsonaro é ‘remota’

"O pessoal imagina que eu que sou o guru do Bolsonaro. Isso é absolutamente falso", afirma escritor

Redação
Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

 

Um dos mentores de Jair Bolsonaro, o professor Olavo de Carvalho, mostrou indignação com o presidente nesta semana durante uma palestra em um congresso conservador. A informação é da coluna Radar, da revista Veja.

Carvalho acusa Bolsonaro de perder o foco quando quis mostrar serviço como gestor público e deixou de lado a briga contra o Foro de São Paulo e a “dominação cultural comunista”. “O Bolsonaro foi tratar de parecer um grande administrador, quis parecer o novo Juscelino Kubitschek, perdeu tempo”, disse.

Para Olavo, o presidente terá dificuldade em se reeleger no ano que vem porque a “briga já está perdida”. “Isso é a raiz de todos os males e o Brasil vai se dar muito mal, gente. Não venham com esperanças tolas porque é o seguinte: a briga já está perdida. Existe a chance de voltar, existe uma chance remota se o Bolsonaro acordar. Eu não sei como fazê-lo acordar. O pessoal imagina que eu que sou o guru do Bolsonaro. Isso é absolutamente falso. Conversei com o Bolsonaro quatro vezes na minha vida e duvido que tenha lido o meu livro inteiro. Nem aquele livro único. Ele não leu aquele inteiro. Se tivesse lido com atenção, tem muita coisa que ele fez e ele não faria. E os demais livros, e o meu curso, que tem 570 aulas? Ele assistiu alguma? Nenhuma“, ressaltou.

Olavo de Carvalho ainda acusou Bolsonaro de usá-lo para se promover na campanha eleitoral. “A minha influência sobre o Bolsonaro é zero. Ele me usou como ‘poster boy’, me usou para se promover, para se eleger e depois disso não só esqueceu tudo o que eu disse e até os meus amigos que estavam no governo ele tirou”, afirmou.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.