Publicado em 31/08/2022 às 12h47.

Domínio com nome de Bolsonaro é registrado com duras críticas ao presidente

Site 'bolsonaro.com.br' relaciona o presidente a temas como corrupção, neofascismo, violência, morte e desinformação

Jamile Amine
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

 

Registrado por terceiros, o domínio “bolsonaro.com.br” passou a abrigar duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro (PL), nesta quarta-feira (31).

Classificado pelos novos administradores como “uma galeria de arte digital e acervo jornalístico relacionado à família Bolsonaro”, o espaço abriga conteúdos divididos em uma série de tópicos negativos associados ao chefe do Executivo: “A Ameaça (completo)”, “Ascensão do neofascismo”, “Corrupção generalizada”, “Política da morte”, “Enfraquecimento do Estado de Direito”, “Aliciamento das Forças Armadas”, “Disseminação de desinformação”, “Corrosão das eleições”, “Incitação ao ódio e à violência”, “Subserviência a potências estrangeiras” e “Fim da decência”.

Ilustrando as críticas, a “galeria” conta com várias charges e caricaturas nas quais Bolsonaro é retratado de forma pejorativa como o líder nazista Adolph Hitler, o diabo, um animal cujas tetas são sugadas por militares, o palhaço Bozo rodeado de gado, um cachorro do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump e até na prisão.

O site tem ainda uma contagem regressiva para o fim do mandato do presidente, em 31 de dezembro deste ano, caso ele não seja reeleito.

Ao pesquisar o registro do domínio, aparece o nome de Gabriel Baggio Thomaz como proprietário.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.