Publicado em 02/07/2022 às 10h40.

Evento com apoiadores de Bolsonaro na Boca do Rio tem restrição de circulação para jornalistas

Profissionais estão isolados a quase 300 metros do trio onde Jair Bolsonaro falará com apoiadores

Cássio Santana
Foto: Cássio Motta
Foto: Cássio Motta

 

A organização da seguranca do evento que irá reunir apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL), na Boca do Rio, como parte dos festejos do Dois de Julho em Salvador na manha deste sábado (2), está restringindo a circulação da imprensa no estacionamento onde se espera a chegada do presidente.

Logo na entrada, no momento do credenciamento, jornalistas e fotojornalistas são avisados que devem ficar em uma espécie de cercado, protegido precariamente por um toldo, a quase 300 metros do trio onde Jair Bolsonaro falará com apoiadores.

Quando, eventualmente, algum jornalista tenta circular pelo espaço, é avisado por seguranças que deve retornar para o cercado, sem qualquer explicação ou motivo, em uma clara restrição ao trabalho da imprensa no local.

Um integrante da polícia do exército, responsável pela organização da segurança do evento, negou que haja qualquer restrição ao trabalho da imprensa. De acordo com ele, o cercado e o toldo são para proteger jornalistas. A circulação, ainda segundo ele, é permitida.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.