Publicado em 20/05/2022 às 13h13.

‘Filho de papai que acha que os outros têm que receber grito dele’, diz Rui sobre Neto

'Ele se relaciona com gritos com os secretários, se relaciona com grito, com esporro, com todo mundo', criticou o governador

Cássio Santana
Foto: Matheus Morais/bahia.ba
Foto: Matheus Morais/bahia.ba

 

O governador Rui Costa (PT) partiu para o contra-ataque e, em uma série de críticas, associou o pré-candidato ao governo do estado e ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (União Brasil), a quem chamou de ‘filho de papai’, ao autoritarismo político. A declaração foi dada durante entrevista à rádio Portal do Oeste FM, de Ibotirama.

‘Tem gente que é nova de idade, mas velha de cabeça. É que na verdade ele [ACM Neto] não tem com ninguém uma relação de amizade, de afeto, de carinho, de relacionamento. Isso ele não tem com ninguém. Porque ele é o filhinho de papai que acha que os outros têm que receber grito e ordem dele.”, criticou Rui.

“Ele se relaciona com gritos com os secretários, se relaciona com gritos, com esporro, com todo mundo, ele é essa pessoa que nasceu em berço de ouro e acha que todo mundo tem que se abaixar e se ajoelhar em frente dele. Então eles nunca se conformam de uma pessoa simples como eu ter sido eleito como governador’, emendou.

Para Rui, aos poucos, o pré-candidato petista ao governo do estado, o ex-secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues, está se tornando conhecido e o ‘povo dará uma reposta nas urnas’ para ACM Neto, a quem o governador associou com o presidente Jair Bolsonaro.

“Ele é aliado de Bolsonaro e quer que o estilo de Bolsonaro continue fazendo o povo da Bahia sofrer, mas o povo, aos poucos, vai conhecendo o nosso candidato [Jerônimo], o candidato de Lula, e logo o povo dará resposta a ele e a esses outros que se acham dono do poder e da história da Bahia”, completou.

Mais notícias

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.