Publicado em 27/06/2022 às 10h43.

Forças Armadas garantem a aliados de Lula que vão respeitar resultado das eleições

Integrantes do alto comando das Forças Armadas afirmaram ainda que não querem ser envolvidos na disputa eleitoral

Redação
Foto: João Ramos/Divulgação
Foto: João Ramos/Divulgação

 

Procurados por aliados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), militares de alta patente garantiram que vão “respeitar o resultado das eleições”. A informação foi revelada pela jornalista Bela Megale, do Jornal O GLOBO, nesta segunda-feira (27).

O petista claramente tem evitado fazer uma investida aos militares durante a campanha. A avaliação feita por membros das Forças Armadas a um interlocutor de Lula é que citações diretas do ex-presidente “não trazem benefício a nenhum dos lados” e que o ideal seria que o petista ficasse longe de polêmicas. “Esqueça da gente”, orientou um militar.

Integrantes do alto comando das Forças Armadas afirmaram ainda que não querem ser envolvidos na disputa eleitoral. Eles também revelaram que há um “grande incômodo” entre uma parcela dos militares em relação a atuação do Ministério da Defesa nos questionamentos que envolvem o processo eleitoral.

Ao lado do senador Jaques Wagner (PT), Lula disse em um evento em Aracaju, na semana passada, que fica “triste” quando vê a relação entre os militares e o presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Fico triste quando vejo as Forças Armadas batendo continência para um cara que foi expulso do Exército brasileiro por mau comportamento. Não é possível”, afirmou o ex-presidente na ocasião.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.