Publicado em 26/05/2022 às 18h33.

Lula tem 48% e Bolsonaro 27%, aponta nova pesquisa Datafolha

Levantamento foi contratado pela Folha de S. Paulo e está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-05166/2022

Redação
Fotos: reprodução youtube Lula/ Alan Santos presidência da República
Fotos: reprodução youtube Lula/ Alan Santos presidência da República

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) abriu 21 pontos percentuais de vantagem sobre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e lidera a disputa presidencial com 48% das intenções de voto no primeiro turno, contra 27% do adversário, de acordo com a nova rodada da pesquisa Datafolha.
Ciro Gomes (PDT) aparece com 7%. Outros postulantes atingiram no máximo 2%. Votos brancos ou nulos somam 7%, e 4% dos eleitores responderam não saber em quem votar.

A pesquisa foi feita com 2.556 eleitores acima dos 16 anos em 181 cidades de todo o país, nesta quarta (25) e quinta-feira (26). A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou menos. O levantamento foi contratado pela Folha de S. Paulo e está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-05166/2022.

Depois de Lula, Bolsonaro e Ciro, aparece um pelotão de dez candidatos: André Janones (Avante) e Simone Tebet (MDB) —a aposta do momento na chamada terceira via— registram 2%. Pablo Marçal (Pros) e Vera Lúcia (PSTU) têm 1%. E Felipe d’Avila (Novo), Sofia Manzano (PCB), Leonardo Péricles (UP), Eymael (DC), Luciano Bivar (UB) e General Santos Cruz (Podemos) não pontuam.

Segundo a pesquisa, o ex-presidente Lula cresceu na pesquisa espontânea, quando não são apresentados nomes dos candidatos, com 38% (em março eram 30%). Bolsonaro tinha 23% em março e agora marca 22%.

O índice é o melhor obtido pelo petista desde o início da atual série histórica do Datafolha, em maio de 2021. Outros 2% dos entrevistados citaram espontaneamente Ciro, e 1% mencionou Tebet.

A taxa de indecisos na espontânea confirma a tendência de afunilamento rumo a um embate direto entre Lula e Bolsonaro: os que ainda não escolheram candidato somam 29%, menor índice da série para esse quesito, que vem em queda desde 2021 e havia registrado 32% em março.

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.