Publicado em 10/02/2022 às 19h00.

Nilo: Se não disputar Senado, disputarei a deputado sem subir no palanque de Wagner

Deputado do PSB disse ainda, nesta quinta-feira (10), não ter amarras ideológicas: "Eu nunca fui um homem de esquerda"

Rodrigo Daniel Silva
Foto: Josemar Pereira/ Ag. Haack/ bahia.ba
Foto: Josemar Pereira/ Ag. Haack/ bahia.ba

 

O deputado federal Marcelo Nilo disse, nesta quinta-feira (10), que só deixará o PSB, se for para ser candidato a senador na chapa do ex-prefeito soteropolitano ACM Neto (União Brasil).

“Se eu não for candidato (a senador), eu vou ser a deputado federal pelo meu partido sem jamais subir no palanque de Jaques Wagner”, declarou Nilo, em entrevista ao programa Direto ao Ponto, da rádio Nazaré FM.

Em entrevista à rádio Salvador FM, a presidente do PSB na Bahia, a deputada federal Lídice da Mata, afirmou, no entanto, que: “Eu gostaria que Marcelo Nilo continuasse no PSB, desde que seguindo a posição política de apoiar a Wagner, como decisão estadual”.

Em outro momento da entrevista, Nilo chamou Wagner de “cidadão”, e criticou o petista por aparecer em segundo lugar nas sondagens de opinião mesmo tendo sido duas vezes governador da Bahia. O parlamentar disse ainda não ter amarras ideológicas. “Eu nunca fui um homem de esquerda. Eu era aliado da esquerda. Eu nunca fui homem de direito. Eu sou uma pessoa de centro. Esse negócio de esquerda, direita, carlista, anticarlista já acabou”, acrescentou.

Nilo ainda admitiu que errou a entrar em confronto com o deputado estadual Alex Lima (PSB). Os dois trocaram farpas na imprensa e nas redes sociais. “Eu errei. Sabe por quê? Porque Alex mesmo dizia que estava doente. Eu devia respeitar o momento difícil dele. Mas pode ter certeza de que é assunto passado. Foi um momento triste pra mim. Provavelmente, triste para ele”, afirmou, ao salientar que “caiu na provocação da imprensa”.

Mais notícias

Este site armazena cookies para coletar informações e melhorar sua experiência de navegação. Gerencie seus cookies ou consulte nossa política.